quinta-feira, 18 de junho de 2015

CUIDADOS A TER COM O PÚLPITO


No púlpito está a grande força da igreja, pois é dele que o ministro prega e ensina a Palavra de Deus, com o objetivo de aperfeiçoar os santos e salvar os perdidos.

Qualquer distorção ou enfraquecimento desse objetivo é uma derrota para a igreja, e o diabo sabe disso; portanto, é importante que o pastor tenha cuidado com o púlpito e no púlpito.
As tentações mais comuns que sofre o ministro em relação ao púlpito são:
(a) - A auto-exaltação - O ministro é tentado a achar-se um grande pregador ou ensinador.

Certo pastor descia do púlpito, depois de pregar, e um irmão lhe disse:
- "O senhor pregou maravilhosamente."
O pastor respondeu:
- "O diabo me disse isso, lá no púlpito."
Tenha cuidado com a auto-exaltação, Rm 12.16; Pv 13.10; 16.18; l Pd 5.5.
(b) Confiança em sua capacidade - O ministro passa a depender muito de sua capacidade, habilidade e eloquência, ao invés de depender do Espírito Santo, Jo 3.27; 15.5; 16.5-11; 2 Co 3.5; At 33.

(c) - Pregar a Palavra de Deus sem que ela seja uma realidade em sua própria vida, 2 Ts 3.9; l Tm 4.12; Tt 2.7; Tg 2.12.
(d) - Mentir ou exagerar quando está contando uma ilustração ou estória, Ef 4.25; Pv 12.19.

(e) - Falar aquilo que as pessoas querem ouvir ao invés de obedecer ao Espírito Santo, At 4.20.
(f) - Manipular os seus ouvintes com estórias e ilustrações emocionantes.

(g) - Usar o púlpito como martelo, para descarregar suas frustrações e nervosismos.
(h) - Relaxar na preparação da mensagem da Palavra por preguiça e desculpar-se de que o Espírito dá a mensagem At 17.11; Rm 15.4; l Tm 4.13-15; Sl 1.2.

Fonte: http://pastorgeraldocarneirofilho.blogspot.com/2015/05/escola-biblica-dominical-igreja.html
Pregando o Evangelho dos Evangelhos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Paz do Senhor prezado irmão,
Nós neste espaço não publicamos ofensas,calunias,etc.

Que Deus abençoe.